CEDOC - Centro de Documentação - ANEEL ANEEL - Agência Nacional de Energia Elétrica
Agência Neurônio
 Ir para a página Inicial da ANEEL  Imagem Padrão de Perfil
Informações em tempo real Missão e Visão | Protocolo-Geral | Biblioteca Virtual | Busca | Cadastre-se | Fale Conosco | Processos | Mapa do Site | Links | Serviços | Glossário | English
Aumentar o tamanho da fonte. (Atalho: Alt A) Diminuir o tamanho da fonte. (Atalho: Alt D)    
Página Inicial  Biblioteca  Produtos  Glossário

CDs | Livros | Relatórios | Revistas | Trabalhos Acadêmicos | Vídeos



Glossário

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V X Y Z |
V
Valor Anual de Referência - VR
Valor utilizado para regular o repasse às tarifas dos consumidores finais dos custos de aquisição de energia elétrica, conforme descrito no art. 34 do Decreto nº 5.163, de 2004.
Resolução Normativa ANEEL n. 109, de 26 de outubro de 2004 (Diário Oficial, de 10 nov. 2004, seção 1, p. 48)

Valor arrecadado
Aquele que efetivamente ingressou no caixa ou conta bancária da concessionária ou permissionária de serviço público de distribuição, bem como do Operador Nacional do Sistema Elétrico - ONS.
Resolução ANEEL n. 666, de 29 de novembro de 2002 (Diário Oficial, de 2 dez. 2002, seção 1, p. 59)

Valor avaliado de um ativo
Valor na data da avaliação, menos a depreciação acumulada correspondente a avaliação.
Resolução Normativa ANEEL n. 367, de 2 de junho de 2009 (Diário Oficial, de 26 jun. 2009, seção 1, p. 80), Anexo.

Valor contábil
Importância pela qual um ativo é incluído no balanço, depois de deduzir qualquer correspondente depreciação ou amortização acumulada.
Resolução Normativa ANEEL n. 367, de 2 de junho de 2009 (Diário Oficial, de 26 jun. 2009, seção 1, p. 80), Anexo.

Valor de Mercado em Uso - VMU
Valor Novo de Reposição - VNR deduzido da parcela de depreciação, que deve respeitar sempre os percentuais de depreciação acumulada registrados na contabilidade para o bem considerado, a partir da data de sua entrada em operação.
Resolução Normativa ANEEL n. 386, de 15 de dezembro de 2009 (Diário Oficial de 21 de dez. de 2009, seção 1, p. 150)

Valor de referência
Valor usado como referência para comparação com o valor medido.
Resolução Normativa ANEEL n. 482, de 17 de abril de 2012 (Diário Oficial, de 19 abr. 2012, seção 1, p. 53), Módulos do PRODIST, Módulo 1 - Introdução.

Valor depreciável
Custo de um ativo ou outro montante que substitua o valor de custo nas demonstrações contábeis, menos o valor residual do bem.
Resolução Normativa ANEEL n. 367, de 2 de junho de 2009 (Diário Oficial, de 26 jun. 2009, seção 1, p. 80), Anexo.

Valor do mercado
Montante que se pode obter com a venda, ou pagável na aquisição, de um instrumento (financeiro) em um mercado ativo.
Resolução Normativa ANEEL n. 367, de 2 de junho de 2009 (Diário Oficial, de 26 jun. 2009, seção 1, p. 80), Anexo.

Valor do ressarcimento
Custo de implantação auditado e aprovado pela ANEEL, inclusive os Juros sobre Obras em Andamento - JOA, desconsiderando-se eventuais atrasos da respectiva implantação.
Resolução Normativa ANEEL n. 251, de 13 de fevereiro de 2007 (Diário Oficial, de 21 fev. 2007, seção 1, p. 61)

Valor econômico correspondente à tecnologia específica da fonte
Valor de venda da energia elétrica para a Centrais Elétricas Brasileiras S.A. - ELETROBRÁS que viabiliza econômica e financeiramente um projeto-padrão, utilizando essa fonte num período de vinte anos com determinados níveis de eficiência e atratividade, conforme as premissas indicadas no art. 3º do Decreto 5.025, de 30 de março de 2004.
Decreto n. 5.025, de 30 de março de 2004 (Diário Oficial, de 31 mar. 2004, seção 1, p. 1)

Valor Esperado do Custo de Operação - COP (Leilão)
Expresso em Reais por ano (R$/ano), calculado pela Empresa de Pesquisa Energética - EPE conforme metodologia por ela estabelecida, em Nota Técnica anexa ao edital, para empreendimento cuja energia é negociada nos produtos disponibilidade, correspondente à somatória para cada possível cenário, do Custo Variável Unitário - CVU multiplicado pela diferença entre a geração do empreendimento em cada mês de cada cenário, e a inflexibilidade mensal, multiplicado pelo número de horas do mês em questão; sendo zero para empreendimentos com CVU igual a zero.
Portaria MME n. 203, de 15 de maio de 2014 (Diário Oficial, de 19 maio 2014, seção 1, p. 81)

Valor Esperado do Custo Econômico de Curto Prazo - CEC (Leilão)
Expresso em Reais por ano (R$/ano), calculado pela Empresa de Pesquisa Energética - EPE conforme metodologia por ela estabelecida, em Nota Técnica anexa ao edital, para empreendimento cuja energia é negociada nos produtos disponibilidade, correspondente à somatória para cada possível cenário, do Custo Variável Unitário - CVU multiplicado pela diferença entre a geração do empreendimento em cada mês de cada cenário, e a inflexibilidade mensal, multiplicado pelo número de horas do mês em questão; sendo zero para empreendimentos com CVU igual a zero.
Portaria MME n. 203, de 15 de maio de 2014 (Diário Oficial, de 19 maio 2014, seção 1, p. 81)

Valor inicial
Preço de energia elétrica estabelecido com base nas tarifas de fornecimento vigentes, descontados as tarifas de uso das instalações de transmissão e as tarifas de conexão.
Resolução ANEEL n. 667, de 29 de novembro de 2002 (Diário Oficial, de 2 dez. 2002, seção 1, p. 60)

Valor líquido da fatura
Valor em moeda corrente resultante da aplicação das respectivas tarifas de fornecimento, sem incidência de impostos, sobre as componentes de consumo de energia elétrica ativa, de demanda de potência ativa, de uso do sistema, de consumo de energia elétrica e demanda de potência reativas excedentes.
Resolução ANEEL n. 676, de 19 de dezembro de 2003 (Diário Oficial, de 22 dez. 2003, seção 1, p. 86)

Valor mínimo faturável
Valor referente ao custo de disponibilidade do sistema elétrico, aplicável ao faturamento de unidades consumidoras do grupo B, de acordo com os limites fixados por tipo de ligação.
Resolução Normativa ANEEL n. 482, de 17 de abril de 2012 (Diário Oficial, de 19 abr. 2012, seção 1, p. 53), Módulos do PRODIST, Módulo 1 - Introdução.

Valor novo
Valor médio do preço da energia dos contratos de suprimentos vigentes em cada ano, resultantes de leilões públicos de energia elétrica.
Resolução ANEEL n. 667, de 29 de novembro de 2002 (Diário Oficial, de 2 dez. 2002, seção 1, p. 60)

Valor Novo de Reposição - VNR
Valor de um bem novo, idêntico ou similar ao avaliado, obtido a partir dos preços médios praticados pela concessionária.
Resolução Normativa ANEEL n. 386, de 15 de dezembro de 2009 (Diário Oficial de 21 de dez. de 2009, seção 1, p. 150)

Valor recuperável
Montante que a empresa espera recuperar mediante o uso futuro de um ativo, inclusive o seu valor residual por ocasião da venda.
Resolução Normativa ANEEL n. 367, de 2 de junho de 2009 (Diário Oficial, de 26 jun. 2009, seção 1, p. 80), Anexo.

Valor salvado
Montante líquido que a empresa espera obter por um ativo no fim de sua vida útil, depois de deduzir os custos esperados para vender o ativo.
Resolução Normativa ANEEL n. 367, de 2 de junho de 2009 (Diário Oficial, de 26 jun. 2009, seção 1, p. 80), Anexo.

Variação de tensão de curta duração
Desvio significativo da amplitude do valor eficaz da tensão em intervalo de tempo compreendido entre 16,67ms (1 ciclo) e 3 (três) minutos.
Resolução Normativa ANEEL n. 482, de 17 de abril de 2012 (Diário Oficial, de 19 abr. 2012, seção 1, p. 53), Módulos do PRODIST, Módulo 1 - Introdução.

Variação momentânea de tensão
Abrange os eventos com duração inferior ou igual a 3 (três) segundos, na forma de interrupção, afundamento e elevação de tensão.
Resolução Normativa ANEEL n. 482, de 17 de abril de 2012 (Diário Oficial, de 19 abr. 2012, seção 1, p. 53), Módulos do PRODIST, Módulo 1 - Introdução.

Variação temporária de tensão
Compreende os eventos com duração superior a 3 (três) segundos e inferior a 3 (três) minutos, na forma de interrupção, afundamento e elevação de tensão.
Resolução Normativa ANEEL n. 482, de 17 de abril de 2012 (Diário Oficial, de 19 abr. 2012, seção 1, p. 53), Módulos do PRODIST, Módulo 1 - Introdução.

Vencedor (Leilão)
(v. Vendedor (Leilão))



Vendedor
Agente caracterizado como comprador nos contratos iniciais e contratos equivalentes que, em função do programa emergencial de redução do consumo de energia elétrica, passa para a condição de vendedor de sobras líquidas contratuais.
Resolução ANEEL n. 447, de 23 de agosto de 2002 (Diário Oficial, de 26 ago. 2002, seção 1, p. 97)

Vendedor (Leilão)
Proponente vendedor que tenha energia negociada no leilão.
Portaria MME n. 366, de 30 de setembro de 2009 (Diário Oficial de 1 de out. de 2009, seção 1, p. 54)

Vertedouro
Estrutura a céu aberto destinada a impedir que o nível d'água de um reservatório ultrapasse seu limite especificado.
Resolução Normativa ANEEL n. 367, de 2 de junho de 2009 (Diário Oficial, de 26 jun. 2009, seção 1, p. 80), Anexo.

Vida útil
Período durante o qual se espera que um ativo tenha condições de ser utilizado pela empresa.
Resolução Normativa ANEEL n. 367, de 2 de junho de 2009 (Diário Oficial, de 26 jun. 2009, seção 1, p. 80), Anexo.

Vigência
Data de início e término de validade de determinada informação.
Resolução ANEEL n. 674, de 9 de dezembro de 2002 (Diário Oficial, de 10 dez. 2002, seção 1, p. 79)

Virus
Programa desenvolvido para "infectar" outros programas, inclusive o sistema operacional. O objetivo dos virus de computador é prejudicar o funcionamento normal do computador. Muitas vezes, causam prejuízos irreparáveis como, por exemplo, a destruição dos conteúdo dos discos do computador.



Vistoria
Procedimento realizado pela distribuidora na unidade consumidora, previamente à ligação, com o fim de verificar sua adequação aos padrões técnicos e de segurança da distribuidora.
Resolução Normativa ANEEL n. 414, de 9 de setembro de 2010 (Diário Oficial de 15 de set. 2010, seção 1, p. 116)

VMS
Virtual Memory System. Sistema operacional proprietário da empresa DEC - Digital Equipment Corporation.



VMU
(v. Valor de Mercado em Uso)



VN
(v. Tensão Nominal)



VNO
(v. Tensão Nominal de Operação)



VNR
(v. Valor Novo de Reposição)



VR
(v. Valor Anual de Referência)



A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V X Y Z

   Imprimir esta página Imprimir    Indique para um amigo Indique para um amigo